Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Programação de Combate ao Abuso e Exploração Sexual encerra com palestras e debates

  • Hits: 285
imagem sem descrição.

Profissionais que integram a rede de proteção de crianças e adolescentes e sociedade em geral participaram do encerramento da campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual, realizada na manhã desta segunda-feira (20), no Centro Universitário de Parauapebas (CEUP). Depois de ministrarem palestras, a psicóloga, Sara Giusti, a juíza Priscila Mamede Mousinho e a delegada Ana Carolina Abreu debateram o assunto com os presentes.

O tema “Parauapebas na Luta contra o Abuso e Exploração Sexual” norteou as ações que buscaram esclarecer e debater a realidade do município em torno deste assunto e reafirmar o compromisso da garantia dos direitos. “É uma pauta polêmica e devemos ter coragem para lutar, alertando a sociedade para denunciar”, destaca a conselheira tutelar, Carlene Barros.

“Atendemos atualmente em torno de 200 casos, realizando o devido acompanhamento com as famílias. Esta é uma causa de todos, o momento é de dar as mãos em prol da diminuição desses dados”, relata a coordenadora do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), Larissa Morais.

O secretário municipal de Assistência Social, Jorge Guerreiro, reforçou o compromisso de intensificar as ações de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, “vamos estender essas iniciativas ao longo do ano. Precisamos alertar a comunidade para esse crime e incentivar as denúncias”.

“Estamos com atividades desde o final de março como palestras, apresentação teatral nas escolas e ainda tivemos um momento com a imprensa local discutindo abordagem desses assuntos nas reportagens, sem ferir os direitos das vítimas e garantindo os seus direitos”, afirma Aldo Serra, presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (Comdcap).

Rádio Margarida

A Rádio Margarida é uma ONG de Belém que se fez presente na programação da campanha “Faça Bonito, Proteja Nossas Crianças e Adolescentes”, em Parauapebas. Por meio de atividades lúdicas com brincadeiras, palhaços, músicas e apresentações teatrais nas escolas, os estudantes receberam orientações sobre abuso e exploração sexual.

Texto: Anne Costa

Fotos: Bruno Cecim / Jhonatan Felipe

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

 

GALERIA DE IMAGENS
registrado em:
Fim do conteúdo da página