Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

COMUNICADO

  • Acessos: 249
imagem sem descrição.

Prefeitura solicita a órgãos de engenharia e segurança vistoria no Residencial Alto Bonito

Com o objetivo de garantir a segurança dos moradores do Residencial Alto Bonito, a Prefeitura de Parauapebas solicitou o apoio de representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do Pará e do Corpo de Bombeiros para realizarem, em conjunto com um grupo de engenheiros da prefeitura, uma vistoria no empreendimento a partir desta terça-feira (21).

A verificação técnica visa levantar informações acerca das causas relacionadas às fissuras que surgiram em alguns apartamentos e blocos do residencial. A partir dessa análise, será possível reunir elementos para compor um relatório detalhado sobre o caso.

Integrantes da Defesa Civil do município e engenheiros das secretarias municipais de Habitação e Obras, e também do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap), compõem o grupo de profissionais responsáveis pela elaboração do relatório. 

A partir desse documento será possível ainda e, de forma mais efetiva, reunir esforços de todos os entes diretamente ligados à obra – como Caixa Econômica Federal e Construtora QualyFast – para a solução da situação o mais breve possível.

Conversa com os moradores

Desde a semana passada, a Secretaria Municipal de Habitação tem mantido conversas com os moradores do empreendimento, seja por meio de seus servidores lá no residencial ou em reuniões com a presença do gestor da pasta, João Fontana. Na última quinta-feira (16), uma comissão de moradores conversou com o secretário e também com o engenheiro Roberto Mani, da construtora Qualyfast, no próprio Centro Comunitário do residencial, quando todos foram informados que as fissuras já estão sendo monitoradas pela empresa. No encontro, o secretário de habitação reforçou que todos os esforços estão sendo empregados para que as situações no residencial sejam resolvidas.

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

registrado em:
Fim do conteúdo da página