news subheader Notícias

PROFESSORES COMPARTILHAM CONHECIMENTO EM PRIMEIRA FORMAÇÃO DE 3º E 4º CICLOS

O conhecimento adquirido não pode ficar parado. Compartilhar tudo o que sabemos e agregar valor à vida de outras pessoas gera efeitos incríveis. É com esse pensamento que a Secretaria Municipal de Educação de Parauapebas (Semed) investe na formação continuada dos professores da rede de ensino.

No dia 02 deste mês, mais de 600 professores de nove disciplinas dos 3º e 4º ciclos participaram da formação continuada, no Centro Universitário de Parauapebas (Ceup). Além de ser um suporte pedagógico, a formação continuada é um momento de interação e troca de ideias entre os professores.

A coordenadora de Artes dos 3º e 4º ciclos, Natany Rodrigues, informa que os encontros ocorrem uma vez por mês. No final do ano, os participantes recebem a certificação. “Além desses momentos, os coordenadores estão em constante contato com os educadores, por e-mails, telefone e outros meios de comunicação e assim a gente assiste cada um deles de forma específica, atendendo a realidade de cada escola”, explica Natany.

A coordenadora ressalta que durante o ano os professores serão capacitados para que haja a inclusão de todos os alunos no processo de aprendizagem. “Nenhum aluno pode ficar à margem do processo. Ele precisa ser incluído e ser atendido na sua necessidade. E uma das formas de se conseguir isso é tratando-o com respeito e tendo sensibilidade para reconhecer a realidade dele”, ensina ela.

Trabalhar com aprendizagem envolve um contínuo movimento de reflexão. Para que os professores possam ensinar seus alunos é preciso rever seu próprio modo de aprender e de construir conhecimento. O professor de educação física da Escola Mário Lago, Sílvio Oliveira, acredita que a formação só vem somar, agregando valores em relações aos conteúdos didáticos e traz uma proposta para melhorar a prática dos educadores na escola.

Para Josiane Castro, professora de português da Escola João Evangelista, esse é um momento de compartilhar os anseios e sonhos com os demais professores e assim compartilhar conhecimento e contribuir para que todos os envolvidos nesse processo nunca parem de aprender.

“Eu trabalho como professora em Parauapebas há 11 anos e já participei de várias formações. Esses encontros são muito importantes porque nos orienta como trabalhar em sala de aula. Eu tento trabalhar com a realidade do município e do bairro onde a escola esta localizada e envolver meus alunos para que eles tenham interesse pelos conteúdos trabalhados”, conta Simone Meneses, professora de Artes na Escola Fernando Pessoa.

Texto e fotos: Semed
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

Lido 332 vezes
Avalie este item
(0 votos)

ouvidoria 5

ctic

ATENÇÃO: Para uma melhor navegação utilizar google Chrome! Google Chrome logo

JoomShaper